FMI vai cortar previsões para 2009 e admite contracção mundial