Depois de iniciar o dia a desvalorizar, o euro segue nesta tarde de quarta-feira a subir 0,65 por cento face ao dólar.

Foi esta tarde divulgado que o número de famílias americanas com um rendimento líquido acima de um milhão de dólares caiu para o nível mais baixo desde 2003.

De acordo com o presidente da Spectrem Group, consultora que realizou o estudo, «o culpado não é apenas o mercado accionista, que todos sabemos que caiu vertiginosamente, mas também as fortes quedas nas categorias de activos disponíveis para os investidores mais ricos do país».

O clima económico desfavorável e as incertezas quanto à recuperação limitam a acção da moeda norte-americana que continua a desvalorizar com maus dados.

O euro segue a valorizar 0,65% e cada unidade vale 1,2773 dólares.