Miguel Oliveira vai manter o número 88 na próxima época do Mundial de MotoGP, de acordo com a lista oficial divulgada, esta terça-feira, pela organização do campeonato.

O português, da Tech3 KTM, que usou o 44 durante toda a sua carreira nas classes inferiores, trocou a numeração da mota no início desta temporada, para não colidir com o espanhol Pol Espargaró (KTM), que já usava o 44.

A listagem divulgada confirma a presença de 22 motas para 2020 e ainda três novidades: a KTM oficial do sul-africano Brad Binder (número 33); a KTM do espanhol Iker Lecuona (número 27), que será companheiro de Miguel Oliveira na Tech3; e a Honda oficial do espanhol Alex Márquez (número 73), novo companheiro de equipa do irmão e campeão do mundo, Marc Márquez.

De fora da competição deve ficar o francês Johann Zarco, depois de a meio da última edição ter abandonado a KTM, apesar de ter negociado um lugar na Reale Avintia Racing, com uma Ducati privada de 2019, nos últimos dias. De acordo com a lista, o checo Karel Abraham e o espanhol Tito Rabat são os donos das duas motas disponíveis na marca.

Saiba mais  no Autoportal