A BMW recebeu autorização das autoridades chinesas para exportar, para todo o mundo, automóveis produzidos nas fábricas da sua associada local BMW Brilliance.

O grupo alemão não tinha até agora aberto a possibilidade de exportar veículos montados na China, dada a fraca reputação dos produtos chineses, mas considera que atualmente a qualidade está no mesmo patamar dos fabricados nos mercados europeu ou americano.

“Já temos, da parte das autoridades chinesas, uma licença de exportação”, anunciou o responsável máximo pela BMW na China, Olaf Kastner. “Só ainda não decidimos acerca de qualquer tipo de exportação, uma vez que necessitamos da totalidade da nossa atual produção, para abastecer o mercado chinês.”

Só no último ano, a BMW produziu mais de 300 mil veículos nas duas fábricas que possui na China. Os modelos produzidos vão desde o Série 2 Active Tourer e o SUV X1 aos Série 3 e Série 5.

A partir de 2018, a fábrica de Dadong, que foi aumentada, par ter uma capacidade de produção para 450 mil unidades, vai passar a produzir o SUV X3.