Os números arrepiam: 0 aos 100 km/h em 2,5 segundos, 0 aos 200 km/h em 6,5 segundos, 0 aos 300 km/h em 13,6 segundos. A rodar à velocidade máxima de 420 km/h (limitada eletronicamente), o Bugatti Chiron esvazia o depósito de 100 litros em 9 minutos.

Este verdadeiro “monstro do asfalto”, que extrai algo como 1500 cavalos de potência de um motor W16 (sim, 16 cilindros) de 8.0 litros com quatro turbocompressores, tem rodado em Portugal, palco escolhido para a apresentação dinâmica a um número muito restrito de jornalistas e clientes.

Os testes têm decorrido, em estrada aberta, por cidades como Lisboa, Sintra e Évora, onde foi fechado um troço da estrada nacional para que fossem soltas as rédeas aos bólides. Entre as publicações eleitas encontra-se a britânica “Evo”, que aproveitou para partilhar no seu Facebook um vídeo onde se pode ver um Chiron a explorar, sem limites, os seus 1.500cv.

É possível ver a rapidez rapidez com que o Chiron chega aos 350 km/h: apenas 21,51 segundos.

Outro vídeo, divulgado pela alemã “Auto Motor und Sport”, revela as dificuldades dos pneus Michelin, desenvolvidos especificamente para o Chiron, em lidar com toda a potência disponível.

De referir que a velocidade máxima do Chiron está limitada a 380 km/h, mas uma chave “mágica” desbloqueia o limitador para alcançar os 420 km/h, igualmente limitada. A Bugatti já admitiu que, sem limitador, o Chiron é capaz de superar os 450 km/h. Haja estrada…

Apenas 500 exemplares serão fabricados, sendo que mais de metade já estão vendidos, cada um por 2,4 milhões de euros, antes de impostos.

Veja ainda:
Por dentro da fábrica do Bugatti de 2,4 milhões de euros
VÍDEO: dez Bugatti Veyron desfilam em Portugal
Algum deles é seu? Bugatti entrega primeiros Chiron (com vídeo)