A resposta à pergunta do título é: 5 horas e 15 minutos. Cristiano Ronaldo precisou de jogar 315 minutos para, de acordo com o seu salário, pagar o seu Bugatti Veyron Grand Sport Vitesse de dois milhões de euros.

O exercício é foi feito pelo Carspring e pretende relacionar os carros de muitas estrelas de futebol com o que elas ganham de ordenado – os carros de topo ou os mais emblemáticos de cada jogador (e os respetivos preços), pois o parque automóvel não será reduzido a apenas um veículo por figura...

Mas estes dados apresentados pelo revendedor de automóveis mostram patamares curiosos, pois, se Jesús Navas, do Manchester City, aparece com o seu Nissan Micra à cabeça dos que menos tempo precisam de estar em campo para comprar o seu carro, Carlos Tévez precisa do mesmo tempo em campo para comprar o seu Porsche Panamera Turbo S: pouco mais de 11 minutos.

O outro português presente nesta lista é José Fonte. O defesa do West Ham pode comprar o seu Bentley Continental GT a cada 2 horas e 59 minutos que passa em campo. Outro exemplo desta análise mostra que os jogadores, pelo diferente valor que ganham, podem comprar um carro acessível a poucos com menos tempo em campo do que muitos outros: Lionel Messi pode comprar o seu Ferrari F430 Spider a cada 31 minutos e meio.

Os distintos resultados da relação entre o preço do carro (de topo ou de eleição) dos jogadores e os minutos de que eles precisam de estar em campo para pagá-lo formam um lista de mais de 250 nomes que o Carspring ordenou segundo uma metodologia de cruzamento de dados.

A empresa refere que escrutinou centenas de fontes para garantir que os jogadores têm mesmo o carro em questão – deixando, pelo contrário, de fora quem quis manter a sua privacidade. Pelo menos um jogador de cada clube da Premier League está incluído, assim como outras ligas de topo como a francesa, espanhola e alemã foram tidas em conta.

Os preços dos carros, sem extras, são os que vigoram no país onde o jogador atua, de acordo com os vendedores das marcas ou com informação dos sites das mais exclusivas. Os carros foram avaliados sem extras Os ordenados anuais estimados dos jogadores foram excluídos de prémios e divididos pelos números de jogos da respetiva liga (em teoria, sem ter lesões ou outros impedimentos em conta) para definir o salário por minutos.

Estes dados mostram realidades distintas como a de Gianluigi Buffon eleger um Fiat 500 para cuja compra a estrela italiana da baliza da Juventus precisa apenas de estar cerca de 20 minutos em campo; em oposição, por exemplo ao último da lista: o modesto George Boyd (do Burnley) tem um exclusivo Mercedes 300 SL cuja avaliação de centenas de milhar de euros o obriga a estar em campo 45 horas para conseguir comprá-lo com o seu ordenado.

Os jogadores mais rápidos em campo a comprar o seu carro:

1. Jesús Navas (Manchester City), Nissan Micra: 11m17s

2. Carlos Tévez (Shanghai Shenhua), Porsche Panamera Turbo S: 11m35s

3. N’Golo Kanté (Cherlsea), Mini Cooper SD: 12m58s

4. Fernando Llorente (Swansea), Fiat Punto: 13m52s

5. Axel Witse (Tianjin Quanjian FC), Cadillac Escalade: 15m31s

Os jogadores mais demorados em campo a comprar o seu carro:

252. Willard Ktsande (Kaizer Chiefs), Nissan 370Z: 16h00m.58

253. Victor Anichebe (Sunderland), Rolls Royce Phantom: 16h57m09s

254. Kgotso Moleko (Kaizer Chiefs), BMW 135i Cabrio: 20h05m58s

255. Tom Heaton (Burnley), Range Rover Sport: 22h17m49s

256. George Boyd (Burnley), Mercedes 300 SL: 45h4023s

Nesta lista de 256 futebolistas feita pelo Carspring, o carro mais valorizado é o Ferrari 275 GTB de John Terry, batendo o Bugatti de Ronaldo. O carro menos valorizado é o Fiat Punto de Fernando Llorente.

Entre outras curiosidades apontadas por esta análise, os guarda-redes e os defesas demonstram maior tendência para comprar SUV enquanto os médios e os avançados preferem os carros desportivos. Dos 256 nomeados, 1000 consegue comprar o seu carro no decorrer de uma partida de futebol. Angel Di María é o exemplo perfeito, pois o jogador do PSG precisa de 90 minutos certos para comprar o seu Lamborghini Aventador.

A última nota volta a Cristiano Ronaldo. O Carspring já refere que o craque português será o primeiro futebolista a ter um Bugatti Chiron. No teste que fez, já só parece que Ronaldo está à espera que chegue a sua vez na lista de espera para este exclusivo carro. Chegando o Chiron às mãos do português (fizemos as contas segundo os dados do Carspring), Ronaldo terá precisado de estar em campo 6 horas e 18 minutos para comprar o hiperdesportivo de 2,4 milhões de euros.