Tem produção limitada a apenas 750 unidades, mas não tem permissão para pode circular na via pública. A HP4 Race é a versão “cliente” da BMW S1000RR que disputa o Campeonato do Mundo de SBK e vai custar em Portugal cerca de 80 mil euros.

Esta moto, criada para entusiastas dos track-days, destaca-se pela utilização de fibra de carbono em componentes como as jantes, carenagens e, mais importante, quadro e subquadro. O resultado é um peso de apenas 171 kg pronta a rodar.

Este número peca em comparação com os 167 kg da Ducati 1299 Superleggera que tem ainda vantagem de utilizar um monobraço oscilante em fibra de carbono e de poder ser matriculado, algo que a arma de pista da BMW não pode.

O motor escolhido é uma unidade que a BMW afirma estar ao nível do mundial de SBK e que debita 215cv às 13.900 rpm, com o binário máximo de 120 Nm a surgir às 10.000 rpm.

O painel de instrumentos é fornecido pela 2D e inclui um “datalogger” para o sistema de telemetria. Conta com DTC e nível de travão motor ajustável em 15 níveis, controlo “anti-wheelie”, launch control e pit-limiter.

Em Portugal, cada uma das 750 unidades que serão produzidas têm um preço de 79 mil euros.