A Ferrari inaugurou, oficialmente, duas novas exposições temporárias no Museu Ferrari em Maranello. As duas exposições, “Under the Skin” e “Rosso Infinito”, estarão em vigor até novembro e pretendem assinalar os 70 anos da marca fundada por Enzo Ferrari.

A primeira é dedicada ao fundador da marca, Enzo Ferrari, da evolução do estilo e da inovação tecnológica da empresa, enquanto a segunda leva os visitantes numa “viagem” pela história da marca através dos vários modelos.

Em exposição estarão alguns dos modelos mais exclusivos (de estrada e de competição), com destaque para os monolugares de Fórmula 1, nomeadamente os vencedores: desde o 500 F2 com que Alberto Ascari venceu o primeiro título de pilotos para a Ferrari, em 1952, até ao mais recente F2008, que venceu o título de construtores, passando pelo F2004 e pelo F2002, os Ferrari que venceram mais corridas de F1 da história, 15.

Passando aos carros de GT, os visitantes podem admirar modelos como o 250 GT Tdf Berlinetta (que dominou a competição na segunda metade dos anos 50), o 250 GT Berlinetta SWB e o 250 GTO, este último o “preferido” dos colecionadores.

Por último, os carros de sonho, entre os quais um F50, um Enzo e claro, um LaFerrari. Já para não falar no FXX K, uma versão não homologada do LaFerrari que só pode ser usada em pista.

A exposição estará presente no Museu Ferrari em Maranello até novembro, sendo que o museu está aberto todos os dias das 09h30 até às 19h00 (entre novembro e março fecha às 18h00).