Chama-se Mesta Fusion e é um radar que pretende detetar todas as infrações no seu raio de ação – que não é pequeno, diga-se. Para começar, o seu alcance vai até 200 metros e comporta a informação de oito faixas da mesma via, em simultâneo.

Este dispositivo vai permitir, entre múltiplas deteções de infrações, o reconhecimento das matrículas, fazer o diferenciamento das velocidades por tipo de veículo, medir distâncias (de segurança) entre os mesmos, controlar o respeito pelos semáforos, detetar o uso de telemóveis ou falta de cinto de segurança.

O Mesta Fusion dispõe de um radar 3D de 24 GhZ com uma câmara fotográfica de alta resolução de 36 megapixels e uma segunda câmara ligada a software que analisa o comportamento dos veículos e dos condutores transmitindo às autoridades por streaming os dados em tempo real.

Só falta saber o preço de cada uma destas unidades produzidas pela Safran Morpho, uma empresa de controlo de tráfego do grupo francês de telecomunicações Sagem.

Aqui fica o retrato dos radares do futuro.

Autoportal