O guitarrista brasileiro dado Villa-Lobos toca pela primeira vez em Portugal acompanhado pelos Peste & Sida. O espectáculo "Peste & Dado" vai levar ao palco alguns dos maiores sucessos dos Peste & Sida, da Legião Urbana e da carreira a solo de Dado Villa-Lobos.

Fundada em 1982 em Brasília, a Legião tornou-se a principal rock do Brasil nos anos 80 e 90, período durante o qual editou oito discos de originais com vendas de 25 milhões. O vocalista Renato Russo, falecido em 1996 aos 36 anos manteve o estatuto de ídolo cultuado por várias gerações. Algumas das canções icónicas do grupo vão ser tocadas no concerto de dia 15 às 22 horas, no espaço Lisboa ao Vivo, em Lisboa.

Do alinhamento interpretado pelo coletivo Peste & Dado vão fazer parte os temas “Que país é este?”, “Pais e filhos”, “Tempo perdido”, “Ainda é cedo”, “Há tempos”, “Ainda é cedo”, “Teatro dos Vampiros”  e “Índios”.

Da discografia dos Peste & Sida, banda punk-rock com 3 décadas de atividade vão constar canções como “Sol da Caparica”, “Está na tua mão”, “Cai no real” ou “Acordas pela manhã”. 

Dado Villa-Lobos também traz canções dos 4 álbuns a solo como “Fogueira de natal”, “Diamantes” e “Quando a casa cai”.

O coletivo está ainda a ensaiar versões de temas dos The Cure, Clash, PJ Harvey e Gang of Four para um espetáculo de aproximadamente 90 minutos dedicado à sonoridade new-wave e pós-punk, com Dado Villa-Lobos (voz e guitarra), João San Payo (voz e baixo), João Alves (voz e guitarra) e Sandro “Dosha” Oliveira (bateria).

Os bilhetes custam 10 euros e estão à venda na Ticketline. O Lisboa ao Vivo fica na Avenida Infante D. Henrique, Armazém 3, em Lisboa.