Os Xutos & Pontapés estão de parabéns: a banda comemora 40 anos de carreira. O aniversário é celebrado com o lançamento de um novo álbum, “Duro”, esta semana, e com novos concertos, em Lisboa e no Por to, alguns dias depois.

São quatro décadas de uma carreira com 13 álbuns editados e muitos êxitos que marcaram a história do rock português.

Ora, foi precisamente há 40 anos, a 13 de janeiro, de 1979, que os Xutos & Pontapés deram o seu primeiro concerto, na sala Alunos de Apolo, em Lisboa. Na altura, era Zé Leonel na voz, Zé Pedro na guitarra, Tim no baixo e Kalú na bateria.

Muita coisa mudou entretanto. Ainda nos primeiros anos de vida do grupo, Zé Leonel saiu e Tim passou a acumular o baixo com a voz. Depois entrou o guitarrista Francis, que saiu dois anos depois. No mesmo ano, 1983, entraram o guitarrista João Cabeleira e o saxofonista Gui, que integram a formação atual. 

Mas foi há apenas dois anos que veio aquela que seria a maior perda: a morte de Zé Pedro, fundador e figura icónica do grupo. Uma perda que abalou não só os companheiros, como também os fãs, que continuam a fazer questão de assinalar a sua memória.

Apesar da morte de Zé Pedro, os Xutos & Pontapés decidiram continuar a existir como banda. E, no ano passado, anunciaram que iam regressar a estúdio para gravar um novo disco.

Este novo álbum chama-se “Duro” e é lançado na sexta-feira, 18 de janeiro. Sabe-se que algumas músicas incluem sons da guitarra de Zé Pedro.

Um dos temas já é conhecido: o single “Mar de Outono” foi lançado em dezembro. Na altura, a banda partilhou a música no Facebook, lembrando, precisamente, a prestação de Zé Pedro.

E para apresentarem o novo álbum aos fãs, há já dois concertos marcados: em Lisboa, a 25 de janeiro, na sala Lisboa Ao Vivo, e no Porto, a 1 de fevereiro no Hard Club.