Antes de cair do quinto andar de um hotel na Barra da Tijuca, bairro situado na zona oeste do Rio de Janeiro, MC Kevin encontrava-se com mais duas pessoas no quarto.

A informação é avançada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, que apreendeu quatro telemóveis no quarto. Além disso, foram ainda apreendidos os telemóveis da noiva de MC Kevin e de um assessor (que não estavam no quarto).

Ainda se desconhece o motivo pelo qual o músico estava na varanda - se numa tentativa de mergulhar para a piscina ou se para passar para outro apartamento.

De facto, MC Kevin, de 23 anos, acabou por cair num espaço entre a piscina e o bar. Devido ao embate da queda, o músico sofreu um traumatismo craniano, o que lhe provocou a morte, segundo o Instituto de Medicina Legal.

A Polícia Civil pediu para ser realizado um exame toxicológico ao corpo do músico. A informação foi confirmada pela polícia, que pretende esclarecer se o músico consumiu drogas antes do acidente.

O corpo do artista foi enterrado esta terça-feira, no Cemitério Parque dos Pinheiros, na Zona Norte de São Paulo.

Redação / Inês Lourenço