A cantora norte-americana Ariana Grande suspendeu a atual digressão mundial, depois do atentado em Manchester, anunciaram os seus representantes nesta quarta-feira, citados pela agência Reuters.

Devido aos trágicos acontecimentos em Manchester, a tour Dangerous Woman de Ariana Grande foi suspensa até que possamos avaliar a situação e prestar o nosso devido respeito àqueles que perderam a vida. Os concertos desta semana em Londres foram cancelados bem como todos os espetáculos até 5 de junho, na Suíça. Pedimos-vos que todos continuemos a apoiar a cidade de Manchester e todas as famílias afetadas por este ato de violência cobarde e sem sentido. A nossa forma de estar na vida foi, uma vez mais, ameaçada, mas juntos vamos superar o que aconteceu. Obrigado."

Os dois concertos de Londres previstos para quinta e sexta-feira foram, assim, cancelados, assim como os de Antuérpia (Bélgica) a 28 de maio, Lodz (Polónia) a 31 de maio e a 1 de junho, Frankfurt (Alemanha) a 3 de junho e Zurique (Suíça) a 5 de junho.

O concerto em Portugal, previsto para 11 de junho, em Lisboa, não está, para já, em causa.

Fonte da produtora Everything is New disse à TVI24 que, até indicação em contrário, a passagem da cantora norte-americana pelo Meo Arena, em Lisboa, está garantida.