O pai de Pedro Abrunhosa morreu na madrugada deste domingo, confirmou o cantor através da sua rede social Instagram, onde deixou uma mensagem de “despedida”.

Octávio Abrunhosa morreu às 04:30 do dia 24 de maio, aos 96 anos.

Na sua publicação, Pedro Abrunhosa revela que editou recentemente a música “Tempestade”, que dedicou ao pai.

O artista aproveitou ainda para mencionar que o espetáculo que deu em Ansião, no dia 23, serviu como “uma homenagem antecipada ao extraordinário homem que foi”.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nunca falei publicamente da minha vida pessoal. Porém ela sempre transbordou para a minha música como um reflexo dos meus passos. Porque editei recentemente ‘Tempestade’, canção dedicada ao meu Pai, venho hoje confirmar a sua passagem na passada madrugada de Domingo, 24 pelas 04:30h. O espectáculo de Sábado, 23, em Ansião, acabou por ser uma homenagem antecipada ao extraordinário homem que foi, ao muito que me ensinou, à Bondade que marcará a minha vida até ao fim. Na impossibilidade de agradecer individualmente, deixo o meu reconhecimento a todos que, antevendo a situação pelas entrelinhas, me saudaram desde então. ‘Não estou só na Tempestade!’ Reinicio as minhas actividades profissionais a partir de hoje. Muita Luz!

A post shared by Pedro Abrunhosa (@pedro.abrunhosa) on

António Guimarães