O Festival de Vilar de Mouros reconfirmou Limp Bizkit, Iggy Pop, Bauhaus, entre outros, na edição de 2022, anunciou esta quinta-feira a organização.

O anúncio dos primeiros nomes do cartaz de 2022 reconfirma os já anunciados para 2020 e 2021 Limp Bizkit, Hoobastank, Placebo, Suede, Iggy Pop, Bauhaus, Wolfmother, The Legendary Tigerman e Tara Perdida, acrescentando Gary Numan e Battles.

O festival, que se realiza de 25 a 27 de agosto de 2022, indicou ainda que vão ser anunciados mais nomes.

Em julho de 2020, a organização anunciara o regresso do histórico festival para este ano, de 26 a 28 de agosto, mas "novos adiamentos nas digressões dos artistas internacionais desfizeram meses de duros esforços" para tornar possível o regresso do mais "antigo dos festivais do país" àquela aldeia de Caminha, no distrito de Viana do Castelo.

No sábado, a organização do festival de Vilar de Mouros assinala os 50 anos do "Woodstock" à portuguesa, oferecendo a 400 pessoas bilhetes para quatro concertos no palco histórico construído em 1982 naquela aldeia de Caminha.

Quisemos marcar a data e oferecer a quem levantar bilhetes a possibilidade de ter um dia diferente”, disse à agência Lusa Diogo Marques, da organização do festival de Vilar de Mouros.

O primeiro festival de música do país, que ainda hoje goza da fama do "Woodstock" à portuguesa, aconteceu em 1971 em Vilar de Mouros, tendo sofrido um interregno de oito anos, entre 2006 e 2014.

A 1.ª edição de 1971, lançada pelo médico António Barge, contou com a presença, entre outros, de Elton John e Manfred Mann.

Diogo Marques adiantou que o evento de sábado é “uma comemoração pequena, face à situação pandémica” que o país atravessa.

Vamos ter uma lotação de 400 pessoas, sentadas, com o distanciamento e todas as regras impostas pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Os bilhetes vão ser oferecidos. Temos uma zona de alimentação. O festival começa às 18:30 e termina 23:30. É um minifestival só mesmo para comemorar os 50 anos do festival”, afirmou Diogo Marques.

Segundo aquele responsável, os bilhetes para os concertos com David Fonseca, a Banda do Filme "Variações", Rui Pregal da Cunha e Paulo Pedro Gonçalves ('live DJ set') e Bunny Kills Bunny vão ser distribuídos pelos postos de turismo de Caminha, Vila Praia de Âncora e Junta de Freguesia de Vilar de Mouros.

A “ação de comemoração” de 28 de agosto, data prevista para o encerramento da edição deste ano que foi cancelada por causa da pandemia de covid-19, vai decorrer “no palco histórico, criado em 82 quando os U2 atuaram em Vilar de Mouros”.

/ JGR