Matias Damásio não compareceu a dois concertos em Angola, no passado fim de semana, devido à "presença indesejada" de Salú Gonçalves, apresentador dos espetáculos. O cantor disse que a presença do apresentador, com quem teve um desentendimento no passado, o "perturbou psicologicamente", além de lhe "abalar a concentração e o foco".

Matias Damásio tinha três concertos esgotados em Luanda, Angola, entre sexta-feira e domingo, mas na primeira noite foi apanhado desprevenido quando Salú Gonçalves o apresentou e chamou ao palco.

As alegadas divergências entre o músico e o apresentador dos concertos fizeram com que Matias Damásio interrompesse o concerto da primeira noite e manifestasse o seu desagrado.

Não sou falso. Devo reconhecer aqui que não sabia da pessoa que iria apresentar o meu concerto. E se soubesse não vinha cantar”, afirmou o cantor de 36 anos.

O intérprete do êxito “Loucos” não terminou o concerto de sexta-feira e não compareceu no sábado nem no domingo no local dos concertos, o Royal Plaza Hotel, em Talantona.

Após as declarações de Matias Damásio, Yuri Simão, o responsável da promotora Nova Energia, explicou que a organização chamou o músico e pediu-lhe que apresentasse desculpas a Salú Gonçalves, que apresenta o espetáculo há cinco anos. O músico rejeitou e fez um ultimato à organização.

Eu sou uma marca e os 'shows' estão esgotados. Vamos ver se preferem o músico ou um simples apresentador, que diz duas palavras no início e três no fim. Ou eu ou ele.”

 

A produção não cedeu à “chantagem” e logo a seguir ao concerto explicou, em comunicado, que não permitia que o palco fosse "um local para resolução de problemas pessoais".

Matias Damásio recorreu ao Instagram para esclarecer a situação.

A presença indesejada do Salú perturbou-me psicologicamente, além de abalar a concentração e o foco do meu 'show', que era e continua a ser proporcionar o melhor de mim ao meu público. Situações que feriram a minha dignidade, bom nome e atingiram os meus familiares diretos, pesaram na minha reação tempestiva.”

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Em respeito à minha privacidade não queria me alongar muito sobre este assunto. A presença indesejada do Salu perturbou-me psicologicamente e além de abalar a concentração e o foco do meu show, que era e continua a ser proporcionar o melhor de mim ao meu público. Situações que feriram e minha dignidade, bom nome a atingiram os meus familiares directos, pesaram na minha reação tempestiva no dia 2/11. Peço desculpas a todos pelo desconforto causado e reafirmo que continuarei a pautar por uma conduta humilde e de respeito aos princípios, direitos e valores, mas mantendo sempre a minha dignidade e o total respeito aos outros e em particular aos meus fãs, que são a minha inspiração e o meu alicerce. Estou aqui disponível para fazer o show de hoje dia 4/11 e remarcar o show de ontem, desde que a Nova Energia proporcione condições psicológicas para que eu possa fazer o meu trabalho. Respeito as opiniões dos que se opuseram à minha posição mas que apesar de eu ser de origem humilde, sei o valor da honra e que para mim o bom nome não se compra, nem tem preço porque tem que ser defendido para poder servir de exemplo para os mais jovens, em particular os meus filhos. Ass: Matias Damásio.

A post shared by Matias Damásio (@matias_damasio_oficial) on

O músico pediu desculpa aos fãs e mostrou-se disponível para voltar a marcar os concertos que cancelou.

Peço desculpas a todos pelo desconforto causado e reafirmo que continuarei a pautar-me por uma conduta humilde e de respeito aos princípios, direitos e valores, mas mantendo sempre a minha dignidade e o total respeito aos outros e em particular aos meus fãs, que são a minha inspiração e o meu alicerce.”

Matias Damásio publicou ainda um vídeo no Facebook a explicar as razões que o levaram a cancelar os dois concertos. 

Por tua casa, a minha mãe foi parar ao hospital. (…) Por tua causa, os meus filhos, até hoje, sofrem bullying na escola e voltam a chorar, por notícias que, até hoje, não consegues provar que são verdade (…). É por isso que ainda não me sinto psicologicamente preparado a seres tu, Salú, a apresentar o meu espetáculo e peço desculpa por isso a todo o público.

 

Num segundo comunicado enviado na quarta-feira ao Jornal de Angola, a promotora Nova Energia mostrou-se descontente com a atitude do cantor e pondera apresentar uma queixa-crime contra Matias Damásio, caso ele não se mostre disponível para devolver o dinheiro usado na produção dos dois concertos em que não compareceu.

A organização garantiu ainda que, dentro de dias, irá fazer uma comunicação para explicar de que forma irá devolver aos fãs o valor dos bilhetes.

À promotora e produtora do ‘Show do Mês’ apenas interessa a devolução do dinheiro, pois já não conseguimos enquadrar um outro concerto numa nova data”, pode ler-se no comunicado.