Paul McCartney pediu ao primeiro-ministro indiano para que o país passe a celebrar o «Dia do Vegetariano», noticia a Press Association.

O objectivo é promover a compaixão com os animais e um estilo de vida «sem carne» na Índia.

«Seria uma celebração da vida», escreveu McCartney numa carta endereçada a Manmohan Singh.

O músico sugeriu que a institucionalização do «Dia do Vegetariano» salvaria animais e protegeria tanto o ambiente como a saúde da população.

Paul McCartney é activista vegetariano desde os meados dos anos 1970, altura em que, juntamente com a sua mulher, Linda, deixou de comer carne.

Em 2003, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) estimou que 42 por cento dos 1,2 mil milhões de habitantes da Índia eram vegetarianos.