O trompetista Wallace Roney, conhecido por ter trabalhado com o lendário Miles Davis, morreu devido a complicações causadas pelo novo coronavírus na segunda-feira.

O músico, que tinha 59 anos, morreu no Centro Médico Universitário St. Joseph’s em Paterson, no estado norte-americano de Nova Jérsia. A notícia foi divulgada pela sua agente, Lydia Liebman, em comunicado.

É com tristeza que venho confirmar que o icónico trompetista e lenda do jazz Wallace Roney morreu devido a complicações causadas pela Covid-19 esta manhã, antes do meio dia.”

Roney estudou com Miles Davis de 1985 até à morte deste, em 1991. Foi o único músico a quem Davis deu aulas. Os dois chegaram a tocar juntos no Montreux Jazz Festival, na Suíça, no mesmo ano em que Davis morreu.

Natural de Filadélfia, Roney ganhou um Grammy em 1994 pelo álbum “A Tribute To Miles” e foi nomeado para outro em 1997.

Ao longo da carreira, o músico liderou vários grupos, lançando cerca de 20 álbuns. 

A família está a considerar a realização de uma cerimónia de homenagem depois desta pandemia passar.

/ SS