David Bowie só descobriu que o seu cancro estava em fase terminal três meses antes de morrer. Esta é uma das revelações de um documentário sobre os últimos anos de vida do músico, que vai ser transmitido no sábado, pela BBC, um dia antes da sua data de aniversário.

O filme chama-se “David Bowie: The Last Five Years” (“David Bowie: Os Útlimos Cinco Anos”) e revela que o músico descobriu que os médicos iam parar os tratamentos quando já estava a filmar aquele que viria a ser o seu último videoclip, para a música “Lazarus”.

Ora, isto deita por terra uma das teorias mais partilhadas pelos fãs após a sua morte: a de que a ideia para o videoclip, em que o músico está deitado numa cama de hospital, estava relacionada com a doença e com o facto de Bowie saber que estava a morrer.

Johan Renck, o realizador de “Lazarus”, conta neste documentário que a ideia para o vídeo já tinha sido discutida uma semana antes de Bowie receber o diagnóstico final.

“O David disse: ‘quero apenas um vídeo simples, de pura performance’. E eu imediatamente disse: ’a canção chama-se Lazarus, devias estar numa cama’. A ideia tinha a ver com a vertente bíblica da canção, não com o facto de ele estar doente”, explica Renck.

O realizador explica ainda que, só na semana em que estavam a filmar, é que Bowie descobriu que os médicos iam parar os tratamentos.

“Descobri mais tarde que, na semana em que estávamos a filmar o vídeo, lhe disseram que iam parar os tratamentos e que a doença tinha vencido.”

Mas mesmo aí, mesmo depois de a doença ter vencido, Bowie não desistiu de lutar contra a morte. Essa é a convicção de Ivo Van Hove, diretor do musical "Lazarus", feito a partir de composições do cantor.

Van Hove recorda uma das últimas conversas que teve com o cantor de “Life on Mars”, depois de a peça ter estreado em Nova Iorque.

“Estou convencido de que ele estava a lutar contra a morte e que queria continuar e continuar. Afinal, estávamos nos bastidores e ele disse ‘ vamos começar um segundo, a sequela de Lazarus’.”

O documentário “David Bowie: The Last Five Years” é uma produção BBC, da autoria de Francis Whately. Como o nome indica, foca-se nos últimos anos de vida do músico, incluindo o derradeiro álbum, “Blackstar”, lançado dias antes da sua morte, e o seu antecessor "The Next Day" (2013).

A morte de Bowie, um dos maiores ícones da cultura popular, a 10 de janeiro do ano passado, chocou o mundo. O artista “camaleão” apenas tinha partilhado a notícia de que estava doente, com cancro no fígado, com os amigos mais próximos.

Se fosse vivo, Bowie faria 70 anos no próximo domingo.

A BBC vai transmitir ao longo deste mês várias performances inéditas do músico, bem como outros programas especiais sobre a sua carreira.