O cantor espanhol Joaquín Sabina teve de cancelar esta quarta-feira um concerto em Madrid depois de cair no palco e de sofrer um hematoma intracraniano.

Sabina, que celebrava o seu 71.º aniversário no WiZink Center, estava a começar a tocar a música Mediterráneo quando tropeçou na borda do palco e tombou a uma altura de quase dois metros perto da primeira fila.

 

Conhecido por temas como 19 Días y 500 Noches e La Mentira, Joaquín Sabina foi assistido pouco depois na clínica Rúber e, segundo os médicos, “sofreu fraturas pequenas no ombro esquerdo e não vai necessitar de ser submetido a uma cirurgia”.

No entanto, o jornal espanhol ABC avançou esta quinta-feira que o intérprete está internado numa Unidade de Cuidados Intensivos. 

  
 

De acordo com a conta oficial do artista, que reagiu momentos após o acidente, Sabina encontrava-se bem e não tinha perdido em nenhum momento a consciência. "Passará dois dias no hospital para ser observado”, avançou a conta na rede social Twitter.

     

Depois do acidente, Sabina lamentou o sucedido e dirigiu-se ao público para garantir que o concerto, o último na digressão, será realizado a 22 de maio.

Este tipo de coisas só me acontece em Madrid”, confessou o cantor ao dirigir-se ao público, pouco antes de ser levado para a clínica.