O rapper Young Dolph, conhecido pelo seu mais recente álbum Rich Slave, morreu, esta quarta-feira, aos 36 anos, depois de ter sido baleado em público, em Memphis, no Tennessee, Estados Unidos.

De acordo com a imprensa internacional, Young Dolph, pseudónimo de Adolph Robert Thornton Jr., estava a comprar bolachas na cafeteria Makeda’s Cookie's, perto do Aeroporto Internacional de Memphis, quando foi surpreendido por um indivíduo, que surgiu num carro e disparou sobre o rapper.

De acordo com as autoridades locais, que estão agora a investigar o incidente, "de momento, ainda não há suspeitos" identificados, uma vez que o atirador está em fuga.

“A trágica morte a tiro do artista de rap Young Dolph serve como lembrança da dor que o crime violento carrega. Os meus pensamentos e orações estão com a sua família e amigos”, referiu o presidente da Câmara de Memphis, Jim Strickland, em comunicado.

Na semana passada, a mesma cafetaria divulgou um vídeo através do Instagram com o rapper a promover os biscoitos e a afirmar que visita a loja sempre que está em Memphis.

Young Dolph lançou o seu álbum de estreia King of Memphis em 2016. Desde então, o rapper lançou vários hits no género musical, incluindo Blue Diamonds, e RNB, com Megan Thee Stallion. O seu álbum mais recente, Rich Slave, lançado em 2020, atingiu o quinto lugar nos classificados da Billboard 200.

Redação / BCE