Michael Bublé anunciou, numa entrevista publicada este sábado, que vai abandonar a carreira artística, depois da batalha do filho Noah contra o cancro. A criança foi diagnosticada com um tumor no fígado, quando tinha apenas três anos. Agora, aos cinco anos, está em remissão.

O cantor canadiano diz que esse duro golpe na vida da família fez mudar a sua “percepção da vida”.

Tu apenas queres morrer. Eu não sei sequer como respirava. A minha mulher estava na mesma e ainda assim eu era o mais forte de nós dois", disse o cantor, naquela que afirmou ser a sua “última entrevista”, à revista de fim de semana do jornal britânico Daily Mail.

Michael Bublé, de 43 anos, é casado com a atriz e modelo argentina Luisana Lopilato, de quem tem três filhos. Quando o filho ficou doente, o cantor deixou a carreira de lado, para acompanhar a família. Prepara agora o lançamento de um novo álbum, intitulado “Love”.

Vou reformar-me. Fiz o álbum perfeito e agora posso sair no auge”, disse.

A doença de Noah e a pausa que fez então na carreira fez com que Bublé repensasse também a forma como se vive a fama.

Já não tenho estômago para isso, para esse narcisismo de celebridade. Esta é minha última entrevista. Estou a reformar-me", afirmou.

O cantor anunciou ainda que vai deixar de usar, por completo as redes sociais.