Os portugueses Norton regressaram aos discos no final do passado mês de Março e, ao terceiro trabalho de estúdio, apresentaram aquele que consideram ser um «alegre» e «positivo» álbum pop.

«É um disco de Verão, com muito sol e muita luz. É um disco que reflecte a boa fase da banda a nível de união e de força e essa é a mensagem e o sentimento que queremos transmitir às pessoas. De maus pensamentos já está cheio o panorama internacional e, acima de tudo, nacional», explicou ao IOL Música o baterista e teclista Rodolfo Matos.

A mudança de vocalista foi um dos principais desafios na criação de «Layers of Love United», mas acabou por ajudar na viragem de uma nova página na carreira da banda de Castelo Branco formada em 2002.

«O antigo vocalista saiu no início do ano passado e o Pedro Afonso (guitarrista) assumiu as vozes principais. Aproveitámos essa mudança para fazermos uma mudança também a nível sonoro, mas sem perdermos a identidade. Já há algum tempo que queríamos fazer um disco mais alegre, mais up, uma coisa mais directa», revelou Rodolfo.

Com um disco que vive da força dos refrães, os Norton querem agora contagiar as plateias dos seus concertos com as vibrações positivas de canções como «Two Points».

«Queremos que as pessoas vão para os nosso concertos desinibidas e com vontade de se divertirem, que se esqueçam dos problemas do dia-a-dia e que vão para cantar, para dançar e para festejar. E que saiam de lá com um sorriso na cara e encarem a vida má que está cá fora com outra vontade», contou o baterista dos Norton.

A banda vai estar esta noite no MusicBox, em Lisboa, para um concerto com início marcado para as 23h30. Depois de, há dois anos, terem concretizado «o sonho» de uma tournée europeia, os Norton querem repetir a aventura, mas desta vez com mais concertos e em novos países.

«Vamos querer passar por todos os países por que passámos em 2009: Espanha, Alemanha, Luxemburgo, Holanda e França. A outra digressão durou 15 dias e estamos a tentar confirmar datas para que esta dure um mês. Queremos definitivamente passar por Itália e por Inglaterra», afirmou o músico.

Espanha continua a ser o mercado estrangeiro onde os Norton têm mais sucesso - no álbum anterior, a banda deu mais concertos no país vizinho do que em Portugal -, mas um dos próximos objectivos na internacionalização dos Norton é actuar na terra do sol nascente.

«Um dos grandes sonhos é tocar no Japão. É um país pelo qual temos uma grande afinidade, até temos um tema no disco que se chama «Japan». Quando recebemos o contacto da editora japonesa para lançarmos o nosso segundo disco, uma das nossas primeiras perguntas foi: «E irmos aí tocar?», contou.

«O disco era para ter saído no Japão no dia 28 de Março, mas devido à catástrofe (terramoto e tsunami) foi completamente impossível. Agora estamos à espera que as coisas melhorem por lá para que o disco saia, em princípio, no Verão.»

Os próximos concertos dos Norton:

8 de Abril - MusicBox, Lisboa

9 de Abril - Fnac Leiria

9 de Abril - Fnac Coimbra

5 de Maio - Catwalk Club, Barcelona (Espanha)

6 de Maio - Nit Linea Festival, Lleida (Espanha)

21 de Maio - Sala Aftasi, Badajoz (Espanha)

28 de Maio - Centro Cultural Vila Flor, Guimarães

12 de Junho - Ciclo Zamora Suena, Zamora (Espanha)