João Gilberto, cantor e compositor brasileiro, considerado um dos pais da bossa nova, morreu este sábado aos 88 anos, avança o jornal brasileiro O Globo. João Gilberto tinha 88 anos. 

 

"Chega de Saudade", lançado em 1958, serviu de inspiração a uma geração de músicos brasileiros, de Caetano Veloso a Gilberto Gil e Chico Buarque. Tinha apenas 26 anos quando "criou" a bossa nova e conseguiu a admiração do mundo inteiro. Acabaria por sair do Brasil para se radicar em Nova Iorque, tendo regressado em 2008 ao país onde nasceu. 

Cantor, guitarrista e compositor, o músico baiano foi, juntamente com Vinícius de Moraes e Tom Jobim, um dos pioneiros da bossa nova, o estilo musical nascido no final dos anos cinquenta. Com a sua voz suave, acompanhado simplesmente pela guitarra, João Gilberto popularizou canções tão famosas como "Samba de Uma Nota Só",  "Chega de Saudade" ou "Desafinado".

O álbum que marcou o início da Bossa Nova, "Chega de saudade", foi composto por Tom Jobim (1927-1994) e Vinícius de Moraes (1913-1980). João Gilberto deu voz à versão mais conhecida da música.

Em 1961, o cantor e compositor concluiu a trilogia de álbuns que, de acordo com o portal da Globo, "apresentaram a Bossa Nova ao mundo": "Chega de saudade" (1959), "O amor, o sorriso e a flor" (1960) e "João Gilberto" (1961).

 

Segundo um dos filhos do artista, João Gilberto morreu no Rio de Janeiro, em sua casa.

Na passada quarta-feira, a neta Sofia Gilberto publicara fotografias do avô, já debilitado.

 

Nos últimos anos, e com a saúde a deteriorar-se, a família de João Gilberto envolveu-se numa batalha jurídica, disputando a tutela do músico. João Marcelo Gilberto anunciou a morte do pai no Facebook, enaltecendo "a sua luta nobre" e a tentativa de "manter a dignidade", apesar de ter perdido "a sua autonomia".

 

Artistas lamentam morte de João Gilberto

Artistas brasileiros como Gal Costa, Daniela Mercury e Caetano Veloso lamentaram publicamente a morte do compositor João Gilberto. "Se foi João Gilberto o maior génio da música brasileira. Influência definitiva no meu canto. Fará muita falta mas o seu legado é importantíssimo para o Brasil e para o mundo", escreveu a cantora Gal Costa, na rede social Instagram.

Foi com a palavra "mestre" que a também cantora brasileira Daniela Mercury se referiu a João Gilberto na sua mensagem de despedida.

Vai minha tristeza e diz a ele que sem ele não pode ser. Um génio que revolucionou para sempre a música popular brasileira. João criou a Bossa Nova e me influenciou imensamente. Um dia ele me disse que eu era de sua família. E sou mesmo. Ele ensinou todos nós a cantar da forma mais bela do mundo. Vá em paz, mestre", declarou a artista.

Num vídeo enviado ao canal televisivo GloboNews, o músico e escritor brasileiro Caetano Veloso, um confesso seguidor de João Gilberto, lamentou a morte do compositor, declarando a sua importância ao longo da sua carreira.

Acabo de saber que João Gilberto morreu. É um acontecimento de imensa importância para mim. Porque, tudo somado, João Gilberto é, no meu ponto de vista, o maior artista de todos. No momento exato, preciso da minha vida, ele apareceu dando sentido mais profundo à perceção das artes em qualquer estágio. Nem sei o que dizer pelo facto de que ele deixou de existir como pessoa física", afirmou Caetano Veloso.

O escritor, dramaturgo e autor de telenovelas brasileiras Walcyr Carrasco lamentou o desaparecimento de "um dos músicos mais importantes e influentes do Brasil".

Quem nos deixou hoje foi João Gilberto, aos 88 anos. Um dos pais da Bossa Nova e um dos músicos mais importantes e influentes do Brasil. Descanse em paz. Meus sentimentos aos familiares e amigos", disse Carrasco no Instagram.

Maria Bethania foi outra das artistas que usou as redes sociais para prestar tributo a João Gilberto.

Luto. A cultura brasileira perde hoje uma personalidade lendária, o Pai da Nossa Nova, João Gilberto. Todo e total respeito e reverência a essa entidade da Música Brasileira. Descanse em Paz", escreveu a brasileira.