O músico Little Richard, considerado uma lenda do rock'n'roll, morreu aos 87 anos. 

A causa ainda não foi revelada, confirmou o filho Danny Penniman.

Richard Wayne Penniman, conhecido pelo nome artístico Little Richard, foi eleito pela revista Rolling Stone como o 8.º maior artista de música de todos os tempos e ficou célebre por diversos êxitos musicais como “Tutti Frutti”, “Long Tall Sally” ou “Good Golly Miss Molly”.

Little Richard nasceu em 5 de dezembro em Macon, no estado da Geórgia, nos Estados Unidos, e adotou o seu nome artístico em 1947, altura em que começou a ganhar notoriedade como músico.

Em 1951, Little Richard assinou o seu primeiro contrato com a RCA, onde gravou vários álbuns, mas a sua fama construiu-se sobretudo à volta das extravagantes atuações em palco.

Foi também de sua autoria uma das mais conhecidas expressões rock'n'roll: “A-wop-bop-a-loo-lop-a-lop-bam-boom!”.

A sua influência sobre várias gerações foi considerável, tendo sido reconhecido como modelo por Buddy Holly, Jerry Lee Lewis ou Elves Presley, e os Beatles e os Rolling Stones chegaram a servir de bandas de abertura dos seus espetáculos.

Em 1995, Little Richard confessou à revista Penthouse que era homossexual, embora há três anos, numa outra entrevista tenha dito que considerava a homossexualidade “contrária à natureza”.

“Nunca conheci um artista de R&B tão extrovertido, tão selvagem e tão barulhento”, disse Chris Morris, musicólogo, no dia da morte de Little Richard.