O rapper norte-americano Snoop Dogg anunciou que vai mudar o nome artístico para Snoop Lion e criar música que «filhos e avós possam ouvir», escreve a agência Lusa.

O músico, que falava em Nova Iorque durante uma conferência de imprensa realizada na segunda-feira, afirmou que «nasceu de novo» durante uma viagem à Jamaica em janeiro passado e que vai lançar no outono um álbum de reggae intitulado «Reincarnated».

Após a conferência de imprensa, Snoop Dogg cantou cinco músicas para uma pequena plateia, incluindo a canção «No Guns Allowed». Esta última música contou com a participação da filha do rapper.

O lançamento do álbum será seguido pela apresentação de um documentário com o mesmo nome. O filme vai mostrar, entre outros elementos, alguns aspetos da vida pessoal do rapper, indicou um dos produtores do documentário. A produção tem estreia agendada para setembro no festival internacional de cinema de Toronto.

No fim de semana, a imprensa internacional noticiou que Snoop Dogg não poderá entrar no território norueguês durante dois anos, depois de ter sido detido há cerca de um mês com oito gramas de droga.

Snoop Dogg, de 40 anos, nome artístico de Calvin Broadus, atuou no ano passado em Portugal, no festival Sudoeste.

Em janeiro deste ano, o músico foi detido no Texas (Estados Unidos), e libertado sob pagamento de caução, por ter sido encontrada cannabis no autocarro usado para a digressão.