O rapper Daniel Hernandez, também conhecido por Tekashi 6ix9ine, já tinha anunciado que iria fazer uma doação no valor de 200 mil dólares a uma organização sem fins lucrativos, especializada no combate a problemas como fome e pobreza entre as crianças dos Estados Unidos da América.

No entanto, a No Kid Hungry recusou aceitar a doação. Em causa, está a política da campanha solidária que tem como norma rejeitar doações de pessoas que não se coadunem com os valores da campanha.

Em declarações à BBC, os responsáveis pela organização sem fins lucrativos Share Our Strength, responsável pela campanha No Kid hungry, explicaram o que motivou a recusa da doação.

“Estamos agradecidos pela generosa oferta do sr. Hernandez para a No Kid Hungry, mas informamos os seus representantes que rejeitámos a doação. Como uma campanha focada nas crianças, a nossa política é recusar fundos de doadores cujas atividades não se alinhem com a nossa missão e valores”, explicaram os responsáveis pela campanha.

Entretanto, o rapper 6ix9ine, de 24 anos, que recentemente foi libertado da prisão depois de ter sido condenado por crimes relacionados com o gangue violento a que pertencia e por abuso de menores, já reagiu. Daniel Hernandez disse que “nunca viu nada tão cruel”.

Recentemente, o Tekashi 6ix9ine foi notícia depois de bater o recorde de maior número de utilizadores a assistir a um direto no Instagram. O rapper consiguiu reunir mais de dois milhões de pessoas, em simultâneo, a assistir ao lançamento do mais recente tema: "GOOBA"

Nuno Mandeiro