O terceiro concerto teste-piloto em Portugal, na sequência da última fase de desconfinamento, vai decorrer em Coimbra, em 8 de maio, com uma plateia em pé de 1.000 pessoas que terão de apresentar um teste antigénio negativo.

Em comunicado, a Câmara Municipal de Coimbra dá conta de que a cidade vai acolher em 8 de maio, sábado, “o terceiro concerto teste-piloto em Portugal, com as atuações de Anaquim, The Twist Connection, Birds are Indie e Portuguese Pedro”.

O evento vai começar às 20:30, na Praça da Canção, e terá uma “plateia em pé de 1.000 pessoas, divididas em grupos de 250, em que o uso da máscara e a apresentação do teste rápido antigénio negativo feito no dia do espetáculo é obrigatório”.

Os bilhetes têm um custo de dois euros e o preço contempla o do teste antigénio à presença do SARS-CoV-2.

Para participar neste teste-piloto – que avaliará a exequibilidade do regresso dos eventos ao ar livre em contexto de pandemia e na sequência da última fase de desconfinamento delineada pelo Governo – os espetadores terão de residir em Portugal, ter entre 18 e 65 anos, não podem pertencer a um dos grupos de cidadãos considerados de risco, ter estado com alguém infetado nos últimos 14 dias ou ter contactos de risco regulares, e não ter estado com pessoas infetadas nos últimos 90 dias.

Na nota, a autarquia ressalvou que apenas as pessoas com um resultado negativo à presença do SARS-CoV-2 poderão assistir ao concerto, mas o valor será reembolsado se não puderem participar.

O primeiro teste-piloto decorreu na quinta-feira, em Braga, com um espetáculo protagonizado pelo humorista Fernando Rocha, que reuniu 400 pessoas (lotação expectável), todas com resultado negativo. O segundo evento, com o músico Pedro Abrunhosa, decorre esta noite em Braga, com 400 pessoas em pé.

/ MJC