Os trabalhadores em «lay-off» da Nanium, ex-Qimonda, regressam esta quarta-feira à fábrica para participarem em acções de formação, avançou um dos elementos da comissão de trabalhadores.

Bruno Maia afirmou, em declarações à Lusa, que estes funcionários vão «receber formação para começarem a trabalhar» a partir do dia 4 de Maio, altura em que será suspenso o «lay-off».

O trabalhador volta a lamentar que a unidade mantenha o «lay-off», uma vez que assim, e até ao dia 4 de Maio, os operários vão continuar «a ser penalizados no salário» que auferem.