A Guarda Nacional Republicana (GNR) vai intensificar o patrulhamento rodoviário até 2 de janeiro nas vias de maior tráfego, no âmbito da operação “Natal e Ano Novo 2021”, segundo informação divulgada esta quinta-feira.

A operação começou na segunda-feira, com ações de sensibilização, e vai intensificar-se nos próximos dias.

As patrulhas vão estar atentas aos comportamentos de risco dos condutores, nomeadamente o excesso de velocidade, as manobras perigosas, a correta sinalização e execução de manobras de ultrapassagem, de mudança de direção e de cedência de passagem, a utilização indevida do telemóvel, à circulação correta na via mais à direita em autoestradas e itinerários principais e complementares, bem como à incorreta ou à não utilização do cinto de segurança e/ou dos sistemas de retenção para crianças.

A GNR “terá em conta o maior fluxo rodoviário nos trajetos dos locais de residência habitual dos cidadãos para os locais de festividades associadas às comemorações do Natal e do Ano Novo, bem como adotará mecanismos de prevenção e sensibilização à população, para evitar a ocorrência de furtos no interior de residência e estabelecimentos durante este período em que as pessoas se ausentam das suas casas”.

A operação visa ainda garantir o cumprimento dos normativos decretados na situação de calamidade e sensibilizar a população para que se abstenha de ações, atitudes e comportamentos que poderão, de alguma forma, potenciar a propagação do vírus, através de uma presença dissuasora, interventiva e preventiva.

A GNR alerta que as pessoas devem abster-se de ações, atitudes e comportamentos que poderão potenciar a propagação da covid-19, devendo seguir e garantir o cumprimento das orientações das autoridades de saúde.

No âmbito da prevenção e sensibilização, antes das festividades de Natal e Ano Novo, aconselha as pessoas que vão ausentar-se por vários dias a informar a autoridade policial da sua zona de residência, para que se consiga orientar o patrulhamento para estes locais.

/ PF