Os Classificados apresentam esta sexta-feira na Casa da Música, pela primeira vez em público, o seu novo trabalho discográfico, a lançar em Maio.

Entrevistado pela agência Lusa, Serafim Borges esclareceu que «o concerto será algo inédito», acrescentado que este «acontece a meio da gravação do novo álbum e as canções ainda não assumiram a sua forma final».

O concerto, que se realiza sexta feira às 23h00, na Sala 2 da Casa da Música, terá várias outras características inéditas.

«Nós vamos praticamente mudar o estúdio de gravação para a sala de concerto, já que a atuação vai ser gravada em som e em vídeo. É muito possível que venhamos a incluir muitas dessas pistas no CD, já que queremos que ele tenha aquele ¿feeling¿ que só se obtém nas actuações ao vivo», disse Serafim Borges.

A outra grande novidade é a inclusão de três músicos convidados - um violoncelo, um segundo teclado e uma guitarra elétrica.

A inclusão da guitarra elétrica é, para os Classificados, uma novidade, já que o seu primeiro disco evidencia uma sonoridade comparada por muitos à dos britânicos Keane (devido à ausência da guitarra e à relevância do piano), ou aos Coldplay (pelo tom épico da vocalização).

«Há uma evolução na nossa sonoridade. No primeiro disco o domínio era dos teclados e voz, neste novo aparecem a guitarra e os naipes de cordas», disse Serafim Borges, que é também o autor de todos os temas da banda.

O grupo, formado em 2007, integra, além de Serafim Borges, Sérgio Silva (bateria), Pedro Ferreira (baixo elétrico) e Paulo Gomes (piano e Fender Rhodes).

Os Classificados editaram o seu álbum epónimo de estreia em abril de 2008, tendo entrado desde logo nas playlists das rádios nacionais, o que os levou a ocupar o primeiro lugar da Associação Fonográfica Portuguesa (AFP), durante semanas consecutivas.

«Um segredo fechado» e «Rosa» são os dois primeiros singles de um álbum de onze canções, das quais nove faixas integraram bandas sonoras de séries de ficção nacional.

A banda lançou no final de 2009 uma reedição do primeiro CD aumentada com um DVD gravado ao vivo, num concerto único gravado nas Caves da Real Companhia Velha, em Gaia.