A longa-metragem de ficção «Em Segunda Mão», da realizadora Catarina Ruivo, derradeiro filme do ator Pedro Hestnes, no papel de um escritor frustrado de romances eróticos, estreia na quinta-feira nos cinemas portugueses, escreve a agência Lusa.

«Em Segunda Mão» é a terceira longa-metragem de Catarina Ruivo, tendo tido estreia em 2012 no festival IndieLisboa.

O filme é também o último do ator Pedro Hestens, que morreu em junho de 2011, aos 49 anos, quando Catarina Ruivo estava já na fase de montagem.

Na longa-metragem, Pedro Hestnes encarna a personagem Jorge, um escritor frustrado, que vive a vida dos outros e que se apaixona por uma mulher (Rita Durão) nessa busca por uma nova identidade.

Catarina Ruivo decidiu fazer o filme a partir de uma história sua (ouviu um disparo de uma arma e uma mensagem num gravador num quarto de hotel em Paris contíguo ao seu) e escreveu o argumento a pensar nos atores que o iriam interpretar, em particular em Pedro Hestnes.

O filme conta ainda com as participações de João Grosso, Luís Miguel Cintra, António Pinto Figueiredo, Joana de Verona e Luís Miguel Cintra.

Natural de Coimbra, Catarina Ruivo estudou na Escola Superior de Teatro e Cinema e especializou-se em montagem, tendo trabalhado nos filmes «Mulher Polícia», de Joaquim Sapinho, ou «Mal», de Alberto Seixas Santos, entre outros.

É autora dos filmes «Daqui Prá Frente» (2007), «André Valente» (2004) e «Uma Cerveja no Inverno» (curta-metragem, 1998).