A maioria dos portugueses mantém-se fiel ao operador de rede móvel, mas mais de um milhão e meio já mudou, revelam os dados do Barómetro de Telecomunicações da Marktest. A principal razão da mudança é o preço.

O Barómetro de Telecomunicações contabiliza, no trimestre móvel de Junho de 2008, 1,594 milhões de residentes em Portugal com 10 e mais anos que afirmam já ter mudado de operador de rede móvel, um valor que corresponde a 19,4% dos possuidores de telemóvel nesta faixa etária.

É entre na população entre os 25 e os 34 anos que se observa menor fidelidade ao operador, já que neste grupo 26,9% afirma já ter mudado de operador.

Entre as regiões, é na Grande Lisboa que se observa a maior taxa de residentes que dizem já ter mudado de operador (21,5%) e, entre os géneros, são os homens os que se mostram menos fiéis, pois 22,3% diz já ter mudado de operador móvel.

Embora a grande maioria dos portugueses (73,4%) diga nunca ter mudado de operador, os que o fazem são motivados pelo preço, razão apontada por 32,6% deles.

A comunidade de contactos (o facto de familiares ou amigos estarem ligados à nova rede) motiva 25,6% dos que mudam de operador.



Estas duas razões representam 58,2% do total apontado por quem diz já ter mudado de operador. Outras razões, como a má assistência ou serviço deficiente e maior área de cobertura recebem menores referências (7,9%).