Constança Cunha e Sá analisou esta sexta-feira, na 21.ª Hora da TVI24, a notícia de que o partido Chega, de André Ventura, está a preparar "uma clarificação" de algumas matérias do seu programa, nomeadamente em relação ao Estado Social.

A comentadora ironizou, afirmando que é "extraordinário" que um partido que "tem um programa, que vai a votos, venha dizer que afinal este programa tem de ser clarificado".

Constança Cunha e Sá vincou que o programa do Chega faz a Iniciativa Liberal parecer um partido amador em termos de liberalismo.

O programa do Chega faz parecer da Iniciativa Liberal uns amadores em termos de liberalismo."

A comentadora explicou que o programa com que André Ventura foi a votos "de uma penada arrasa com o Estado Social" em áreas como a saúde e a educação.

Quer privatizar hospitais, quer privatizar as unviersidades, as escolas, vias de comunicação, não quer que o Estado tenha qualquer participação em empresas públicas."

Mais, Constança e Cunha e Sá disse que o programa "quer um festival de vantagens para os contribuintes ricos" como "diminuir o IRC e abolir o IMI".