Maria João Avillez analisou a entrevista de Marcelo Rebelo de Sousa no programa Circulatura do Quadrado, esta quarta-feira, no seu habitual espaço de comentário.

A comentadora confessou que a “conversa interessante e civilizada” ajudou a “perceber a forma de pensar do Presidente da República” que se encontra num segundo mandato, onde já não está a dar “a cobertura ao Governo” que deu no seu primeiro mandato. 

Marcelo sabe que o Governo está muito fragilizado e não se pode antecipar com um grande realismo para a substituição que vai ter inevitavelmente de acontecer”, afirmou. 

A comentadora da TVI destacou ainda a resposta de Marcelo Rebelo de Sousa acerca do Plano de Recuperação e Resiliência, que pode ter dado a entender que o plano está longe do desejado pelo Presidente. 

Marcelo Rebelo de Sousa sabe que o Governo está fragilizado. Mas sabe que não há oposição”, afirmou.

 Avillez afirma ainda que sentiu uma diferença no "tom, na atitude e na não hesitação" do Presidente nas críticas que faz ao Governo e à oposição.

Redação / JGR