Constança Cunha e Sá falou esta terça-feira, na 25.ª Hora, sobre as "pistas" que o debate quinzenal deixou sobre o Orçamento do Estado para o próximo ano, referindo que as expetativas estão altas para a saúde - o primeiro-ministro prometeu novidades - e assinalando que o ministro da Administração Interna parece ter conseguido mais dinheiro para as polícias. 

Sobre as negociações para a aprovação do Orçamento de Estado, Constança Cunha e Sá assinala que o tempo é escasso para negociações à esquerda e refere que parece "inverosímil" o cenário apresentado pelo PSD/Madeira, de que poderia ajudar o Governo a aprovar o Orçamento juntamente com o voto da deputada única do Livre.

Não faz sentido que o Governo se entregue nos braços do PSD/Madeira", para aprovar o Orçamento, frisou, acrescentado que se criaria uma situação de grande instabilidade política.
 

/ BC