A situação dos imigrantes ilegais no concelho de Odemira está a marcar a semana noticiosa. No espaço de comentário semanal na TVI24, Manuela Ferreira Leite diz que este cenário é "o retrato do pior que este Governo tem".

A analista diz que a situação destas pessoas não era, de todo, desconhecida, apontando falhas às mais variadas tutelas governamentais, incluindo ao primeiro-ministro.

Temos uma ministra da Agricultura, uma ministra do Trabalho, um ministro do Ambiente, um ministro da Administração Interna, para não falar de um primeiro-ministro, que deviam minimamente saber o que se passa numa zona daquelas. Como é que a ministra da Agricultura desconhece aquele imenso desenvolvimento empresarial", questiona.

Para Manuela Ferreira Leite, o mais grave é a reação de todas estas figuras políticas, às quais junta o presidente da Câmara Municipal de Odemira.

Se já todos sabiam, e é evidente que todos sabiam, então é pior. Transmitem-nos a ideia, e a certeza, de que, além dos problemas que existem, é impossível resolvê-los. Olharam, viram, sabiam, e não fizeram nada", vinca.

Para a comentadora, a solução passaria pela demissão do autarca: "Não me passa pela cabeça darem-me uma tarefa, eu não conseguir executá-la porque não tenho meios, e não me demitir na hora".

Mas Manuela Ferreira Leite voltou a relembrar a ministra da Agricultura, que "sabe daquilo", mas que "até à data não fez nada".

Ela disse o impensável, que quem não tem nada que ver com o assunto devem ser responsabilizados", refere, criticando depois a inação da ministra do Trabalho.

Sobre o ministro da Administração Interna, Manuela Ferreira Leite diz que "só faz asneira", falando sobre o complexo turístico Zmar, para onde foram transferidas dezenas de imigrantes, que ali vão cumprir isolamento profilático.

Essa mesma transferência ocorreu depois de uma requisição civil, o que motivou muitos protestos por parte da empresa que gere o espaço, e também dos proprietários privados das casas ali existentes.

O ministro da Administração Interna não arranjou melhor que elas instalações para por as pessoas. Este Governo gosta muito de requisições civis, mas invoca-as a despropósito", atirou.

Manuela Ferreira Leite criticou também a transferência dos imigrantes, feita pelas autoridades com recurso a cães, algo que diz não ter cabimento. Para a comentadora, esta terá sido uma decisão que partiu do ministro da Administração Interna, mas que terá tido o apoio e conhecimento de António Costa.

O aparecimento de surtos de covid-19 em várias explorações agrícolas que empregam imigrantes ilegais colocou o concelho de Odemira na ordem do dia. Para evitar a propagação do contágio, o Governo anunciou a transferência de vários destes funcionários para locais como pousadas ou complexos turísticos, uma vez que muitos viviam sem as condições mínimas.