O comentador e editor do Jornal das 8 de segunda-feira considerou que a análise de Marcelo Rebelo de Sousa aos populismos, feita numa entrevista concedida à TVI, "está certa". Sobre a possível reeleição, Miguel Sousa Tavares antevê uma recandidatura visto que "Marcelo não tem qualquer problema de saúde"

Vamos viver pacificamente com este Presidente mais seis anos", defendeu Miguel Sousa Tavares

Manuela Mendonça, professora e presidente da Academia Portuguesa de História, falou da polémica que envolve a "paternidade" da viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães. Espanha reclama os feitos históricos do navegador português como seus. 

Esquecem-se que Fernão de Magalhães esteve quatro anos ao serviço de Espanah e quatro décadas ao serviço de Portugal", considerou Manuela Mendonça.  

A professora destaca que foi "Espanha que pagou os custos da viagem, mas todo o conhecimento que permitiu realizar a viagem foi adquirido em Portugal". 

Miguel Sousa Tavares considera que a nova lei da transparência é uma prova que "o ótimo é mau". O comentador considera que a lei não é prática porque atinge milhares de pessoas. 

Com esta devassa da vida provada, ninguém vai querer exercer cargos públicos", assegura Miguel Sousa Tavares.

O comentador e editor defende que este tipo de desconfiança empobrece a democracia e garante que "quem quiser ser corrupto consegue encontrar outras formas de contornar a lei".