Miguel Sousa Tavares esteve no seu espaço habitual das segundas-feiras, no Jornal das 8 da TVI. O analista começou por se debruçar sobre a questão do recuo do Governo relativamente à taxa sobre as celuloses, que seria aplicada às empresas e aos madeireiros.

No mesmo bloco, o editor do Jornal das 8 fez referência à indemnização que o Estado teve de dar aos bancos envolvidos no negócio do TGV.

Porque é que pagámos 200 milhões por um comboio fantasma?", questionou.

Relativamente à economia, Miguel Sousa Tavares analisou a perspetiva de Portugal atingir o défice zero já no ano de 2019. Reconhecendo mérito a Mário Centeno, o analista fez referência à importância das cativações, e, sobretudo, ao boom do turismo.

A nível internacional, o Brexit, a Catalunha e as alterações climáticas foram alguns dos temas em agenda. Para o comentador da TVI, estes são temas que devem continuar a ser centrais em 2020.

No que ao Brexit diz respeito, Miguel Sousa Tavares considera que "parece que perderam os melhores".