Declarações do treinador do Paços de Ferreira, Pepa, na sala de imprensa do Estádio Capital do Móvel, após a vitória por 2-0 ante o Famalicão, em jogo da oitava jornada da I Liga:

«Foram duas partes distintas, uma primeira na qual posso dizer que dominámos o jogo, não só na posse de bola, como no volume ofensivo. Na segunda parte, mérito do Famalicão, com dois pontas de lança difíceis de anular. Foi a equipa que mais dificuldade nos criou na fase de construção, mas mérito da nossa parte em perceber: baixar o bloco, mantermos as linhas juntas. Com isso, acelerámos o ritmo a defender, a identificar as referências de pressão, onde queríamos que o Famalicão fosse e, quando estamos mais baixos, temos mais espaços para transições.»

«Tenho de realçar a grande atitude que tivemos, a organização, perceber quando temos de estar subidos e baixos, quando nos empurram por mérito e não nos podermos desorganizar de forma individual. Penso que essa foi a chave.»

«É um pouco o gato e o rato: se tornarmos a equipa grande, com os setores distantes, com uma equipa com a qualidade técnica do Famalicão, íamos ter dificuldade. Se dois ou três fossem batidos, são menos homens na cobertura e de frente para o jogo. Na segunda parte, se definíssemos melhor, tínhamos feito mais golos: o Luther, o Amaral, o Tanque… temos de perceber que quando estamos com o bloco baixo, estamos a potenciar outro tipo de situações. Temos de perceber e aproveitar.»

[Taça da Liga:] «Dá para espicaçar o grupo, vamos pela calada e acreditamos, enquanto for possível nesse objetivo a curto-médio prazo, é algo que ambicionamos muito e partir do momento em que é possível sonhar, vamos sonhar. Se é possível, vamos atrás disso. Se não conseguirmos, parabéns a quem lá chegar. Dependemos só de nós e vamos fazer tudo na terça-feira [ante o Moreirense] para carimbar essa presença.»

[Lesão de Dor Jan:] «Não tenho [informações neste momento], mas ficou incapacitado.»

«Tenho de realçar o zero na nossa baliza, é a primeira vez no campeonato. Não é a questão de defender mais e muito, é defender bem. Vitória saborosa nesse aspeto.»

Ricardo Jorge Castro / Estádio Capital do Móvel, Paços de Ferreira