Manuel Pinho comentava assim a estimativa rápida do Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgada esta quarta-feira, segundo a qual a economia cresceu 1,8 por cento no terceiro trimestre.

«Nos primeiros nove meses deste ano, a economia nacional cresceu 1,93%. Este é o valor mais alto desde 2001», disse numa Comissão Parlamentar de Economia e Inovação, acrescentando que «tudo aponta para que o crescimento do PIB este ano seja superior ou pelo menos igual às expectativas».

Recorde-se que o Governo prevê para este ano uma expansão económica de 1,8%, valor em linha com as mais recentes estimativas de várias entidades internacionais, como é o caso da Comissão Europeia ou do Fundo Monetário Internacional.

Pinho respondeu ainda às críticas da oposição que considerou este valor baixo, afirmando: «Não estou a dizer que seja o valor ideal, mas este crescimento de 1,93% é o resultado do trabalho das nossas empresas e dos nossos trabalhadores, num contexto externo complicado, e numa fase em que não puderam contar com a ajuda essencial do Estado (investimento público), que estava a fazer uma cura de emagrecimento».
Paula Martins