O primeiro-ministro terminou esta segunda-feira o isolamento profilático após cinco dias de confinamento. António Costa estava isolado após um contacto com um caso positivo de covid-19 no seu gabinete.

De acordo com nota enviada à comunicação social pelo gabinete do primeiro-ministro, Costa realizou um novo teste PCR, cujo resultado foi negativo.

Assim, afirma o comunicado, "as autoridades de saúde autorizaram o retomar da atividade presencial do primeiro-Ministro e, como tal, da sua agenda pública".

Costa tem, já esta segunda-feira, dos eventos na agenda: a cerimónia de assinatura do Protocolo de Cooperação para o MLS Loures/Odivelas, em Loures, e o balanço da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

O isolamento profilático do primeiro-ministro levou até o Presidente da República a pedir explicações às autoridades de saúde sobre como proceder nestas situações com os vacinados.

A Direção-Geral da Saúde decidiu responder e utilizou o "princípio da precaução" para justificar o isolamento do primeiro-ministro.