exigiram que António Costa retirasse consequências