A presidente da Comissão Europeia encontra-se em quarentena depois de ter participado na reunião do Conselho de Estado em Cascais, na passada terça-feira. Ursula von der Leyen vai cumprir um curto período de isolamento, como obrigam as regras sanitárias na Bélgica, depois de ter sido informada que o conselheiro de Estado António Lobo Xavier testou positivo

Fui informada de que participei numa reunião na última terça-feira onde esteve presente uma pessoa que, no domingo, testou positivo à covid-19. De acordo com os regulamentos, vou, por isso, cumprir um período de quarentena até amanhã de manhã [terça-feira]. Testei negativo na quinta-feira e vou realizar outro teste novamente hoje", afirmou Ursula von der Leyen.

 

Von der Leyen realizou, entretanto, o segundo teste à covid-19, cujo resultado foi negativo, anunciou o seu porta-voz. Eric Mamer sublinhou, porém, que a presidente da Comissão Europeia vai permanecer "em quarentena" até ao final do dia de terça-feira.

Os testes à covid-19 realizados no domingo pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, pelo presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e pelo primeiro-ministro, António Costa, deram negativo.

Também deram resultado negativo os testes realizados por outros cinco conselheiros de Estado: os antigos presidentes da República Jorge Sampaio e Aníbal Cavaco Silva, Francisco Pinto Balsemão, Leonor Beleza e Francisco Louçã.

Estes testes foram realizados no domingo à noite após a Presidência da República ter sido informada de que o conselheiro de Estado António Lobo Xavier está infetado com o novo coronavírus.

Os demais membros do Conselho de Estado vão ser testados nesta segunda-feira, dia em se realizará na Praça do Município, em Lisboa, a partir das 10:30, a cerimónia comemorativa do 110.º aniversário da Implantação da República, em que está prevista a presença das mais altas individualidades do Estado português.

O Conselho de Estado reuniu-se na terça-feira, no Palácio da Cidadela, em Cascais, entre as 14:00 e as 18:00, tendo como convidada a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen. Esta foi a primeira reunião presencial do órgão político de consulta do Presidente da República em período de pandemia de covid-19, depois de duas reuniões por videoconferência.

O chefe de Estado escolheu o Palácio da Cidadela, em Cascais, precisamente para "assegurar o devido distanciamento físico", de acordo com uma nota da Presidência da República.

A Presidência da República foi informada de que Lobo Xavier estava infetado com o novo coronavírus, pelo próprio, no domingo ao fim da tarde, e "avisou de imediato todas as pessoas que estiveram presentes" na reunião de terça-feira em Cascais.

Dos 19 membros do Conselho de Estado, apenas o ensaísta Eduardo Lourenço, de 97 anos, não participou nesse encontro, a que três conselheiros - Carlos César, Vasco Cordeiro e António Damásio - se juntaram por videoconferência, enquanto os restantes compareceram presencialmente.

O Conselho de Estado é composto pelos titulares dos cargos de presidente da Assembleia da República, primeiro-ministro, presidente do Tribunal Constitucional, Provedor de Justiça, presidentes dos governos regionais e pelos antigos Presidentes da República.

Integra, ainda, cinco cidadãos designados pelo chefe de Estado, que são António Lobo Xavier, Eduardo Lourenço, Luís Marques Mendes, Leonor Beleza, António Damásio, e cinco eleitos pela Assembleia da República: Carlos César, Francisco Pinto Balsemão, Francisco Louçã, Rui Rio e Domingos Abrantes.

 

Catarina Machado