O PS mantém uma vantagem de 9,9 pontos percentuais sobre o PSD e o Chega surge como quinto partido, com 3,3%, num estudo da Eurosondagem para o Sol e Porto Canal este sábado divulgado.

Os socialistas recolhem 37,3%, seguidos pelo PSD, com 27,4%, o BE tem 8,8%, a CDU 6,3%, o Chega 3,3%, o CDS-PP 2,9%, o PAN 2,8% e a Iniciativa Liberal 1,1%. O Livre, que perdeu a representação parlamentar com a desvinculação de Joacine Katar Moreira, deparece do radar das intenções de votos neste estudo.

Relativamente ao último estudo da Eurosondagem, o PS sobe 0,9 p.p., o PSD desce 0,4, o BE recua 0,7, a CDU mantém-se igual, o CDS-PP perde 1,3 p.p., o PAN perde 0,5 e a Iniciativa Liberal recua 0,2 p.p..

O Chega é o partido que mais sobe, 0,8 p.p. face ao estudo da Eurosondagem realizado em fevereiro, atingindo os 3,3% e ultrapassando o CDS e o PAN. O Chega surge neste estudo como quinto maior partido, embora fique longe dos 6,2% alcançados numa sondagem da InterCampus para o Correio da Manhã, noticiada pela Lusa em fevereiro.

Nesta sondagem o PS continua a recolher mais intenções de voto do que a direita no seu conjunto (34,7%).

O PS venceu as legislativas de outubro com 36,3%, seguido do PSD, com 27,7%, BE (9,5%), CDU (6,3%), CDS (4,2%), PAN (3,3%), Chega (1,3%), Iniciativa Liberal (1,3%) e Livre (1,1%).

O estudo da Eurosondagem, feito a partir de 1.193 entrevistas telefónicas, tem uma margem de erro de de 3,08%, para um grau de probabilidade de 95,0%.

/ HCL