O PS vai apoiar a petição da associação Acreditar no sentido de promover o alargamento do período de luto parental de cinco para 20 dias consecutivos e apresentará uma iniciativa legislativa sobre esta matéria.

Esta posição em relação à petição da associação Acreditar, que já conta com mais de 40 mil assinaturas e em breve será discutida na Assembleia da República, foi esta quinta-feira transmitida à agência Lusa pela presidente do Grupo Parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes.

De acordo com os autores da petição, a dor pela perda de um filho dura “toda uma vida” e os pais “não estão em condições de regressar ao trabalho num espaço tão curto como o de uma semana”.

Apoiamos incondicionalmente esta petição. É da mais elementar justiça o alargamento do período de luto parental”, declarou Ana Catarina Mendes.

A líder da bancada socialista adiantou que o PS vai apresentar na Assembleia da República, “o quanto antes, uma iniciativa legislativa sobre esta matéria”.

Em termos políticos, além do PS, a petição da associação Acreditar já recebeu o apoio do Bloco de Esquerda, PCP, PAN e PEV.

O PCP, o Bloco de Esquerda e o PAN também já manifestaram a sua intenção de entregarem projetos para o alargamento do período de luto parental.

/ NM