O parlamento recomendou esta quarta-feira ao Governo, em resolução publicada, que compense financeiramente a CP - Comboios de Portugal por uma redução nas tarifas das assinaturas e criação de passes combinados de ligação ferroviária com os novos passes intermodais das áreas metropolitanas.

Numa resolução publicada em Diário da República, e aprovada em 5 de julho, o vice-presidente da Assembleia da República, que assina o diploma em substituição do Presidente da Assembleia da República, Jorge Lacão, recomenda uma “articulação tarifária e promoção da redução de preços” dos transportes nas ligações entre áreas metropolitanas e comunidades intermunicipais limítrofes.

O parlamento pede assim ao executivo que “considere a distribuição das verbas” do Programa de Apoio à Redução Tarifária “visando garantir os meios necessários à articulação tarifária” que vai permitir viabilizar “modalidades tarifárias de extensão ou complemento ao passe que incluam territórios com movimentos pendulares significativos com a área metropolitana em causa”.

Os deputados pedem ainda ao Governo que “reforce” os meios financeiros que se revelem necessários à concretização dessas medidas e que dê “orientações” à CP - Comboios de Portugal para uma redução das tarifas nas suas assinaturas.

No diploma, os deputados apelam a que a CP “pondere” a criação de passes combinados que articulem a ligação ferroviária com os novos passes intermodais das áreas metropolitanas, “salvaguardando a devida compensação” financeira à CP.