No mundo ocidental há várias instituições muito antigas com um papel relevante na história política. A mais antiga é a própria Igreja, a única que é milenar. Depois há a Companhia, essa invenção holandesa. Nos últimos duzentos anos, a Maçonaria e os partidos comunistas revelaram também serem instituições de longa duração. Um, governa o capitalismo na China, o nosso vai fazer 100 anos. Mas há outras instituições com longa duração e uma delas é a Máfia. Habituámo-nos a ver a Máfia, nas suas múltiplas variantes apenas como uma associação criminosa, mas a sua história é mais complexa. Como se vê nesta capa de um semanário italiano do final do século XIX, era já notícia de primeira página. As sua origens e relações com formas de banditismo social é conhecida e, na sua emigração americana, funcionava como “protecção” à comunidade italiana, mais eficaz do que organizações do mesmo género noutros grupos de emigrantes. O exército americano reconheceu a sua eficácia trazendo vários mafiosos de “famílias” nova-iorquinas para ajudar a controlar a Itália quando da sua invasão na II Guerra. A história é sempre o melhor exemplo de linhas tortas, só que, muitas vezes, sem Deus para as endireitar.

Veja aqui o programa Ephemera da TVI24

A TVI24 associa-se à biblioteca e arquivo de José Pacheco Pereira, publicando todos os dias uma imagem inédita dos fundos do arquivo, que estão a ser tratados mas ainda não foram publicados. Essa imagem, que pode ser uma fotografia, um panfleto, um documento, a capa de um livro, um objecto, um autocolante, um pin, um cartaz, um vídeo ou uma gravação será acompanhada por um pequeno texto que complementa a informação do EPHEMERA DIÁRIO. 

Quem possa ter mais documentação ou informações sobre a imagem/tema em causa pode enviar para jppereira@gmail.com ou jrreis@tvi.pt.

Pacheco Pereira