O antigo dirigente socialista e presidente da Comissão de Coordenação de Lisboa e Vale do Tejo António Fonseca Ferreira faleceu vítima de doença prolongada, disse hoje à agência Lusa fonte familiar.

O velório decorrerá hoje, a partir das 17h30, na Igreja Santa Joana Princesa, junto à Avenida dos Estados Unidos da América, em Lisboa. Na terça-feira, pelas 9h15, haverá missa e a cremação será no cemitério dos Olivais.

António Fonseca Ferreira esteve à frente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LVT) durante dez anos, entre 1999 e 2009, tendo depois presidido à empresa Arco Ribeirinho Sul.

Durante o período em que José Sócrates assumiu as funções de secretário-geral do PS, António Fonseca Ferreira liderou uma minoria interna de oposição, a corrente de opinião "Esquerda socialista", e candidatou-se à liderança do seu partido antes do congresso de abril de 2011, que se realizou em Matosinhos.

No PS, foi membro das comissões Nacional e Política e, no plano autárquico, em 2009, candidatou-se à presidência da Câmara de Palmela, mas foi derrotado pela maioria CDU naquele concelho do distrito de Setúbal.

No plano interno partidário, Fonseca Ferreira bateu-se sobretudo pelo "reforço das condições de transparência dos atos eleitorais" e, do ponto de vista ideológico, posicionou-se sempre na chamada ala esquerda do PS.