Depois do 25 de Abril houve uma explosão de pornografia e de publicações com anedotas e desenhos obscenos, quase tudo de muito baixa qualidade e muito grosseiro. Os desenhos de Vilhena eram uma obra de arte comparado com o que então se publicava. Havia pornografia reproduzida  em fotocópias e stencil, numa tentativa de beneficiar de um mercado que se abria com a liberdade e o fim da censura. Algumas dessas publicações tinham referências sobre a actualidade política. Era o caso deste Riso do Retornado de 1976, escrito e desenhado no mesmo estilo de dezenas de outras revistas vendidas pelas ruas em bancas improvisadas. Mas o alvo principal era o almirante Rosa Coutinho, o "Rosa vermelho", da primeira à última página. Em todos os desenhos, quase sempre de mulheres nuas, camas e homens escanzelados todos brancos, há apenas um figura negra, uma criada com um filho às costas, a única imagem de mulher que não é sexy. Não percebo muito bem de que é que os retornados se riam.

Veja aqui o programa Ephemera da TVI24

A TVI24 associa-se à biblioteca e arquivo de José Pacheco Pereira, publicando todos os dias uma imagem inédita dos fundos do arquivo, que estão a ser tratados mas ainda não foram publicados. Essa imagem, que pode ser uma fotografia, um panfleto, um documento, a capa de um livro, um objecto, um autocolante, um pin, um cartaz, um vídeo ou uma gravação será acompanhada por um pequeno texto que complementa a informação do EPHEMERA DIÁRIO. 

Quem possa ter mais documentação ou informações sobre a imagem/tema em causa pode enviar para jppereira@gmail.com ou jrreis@tvi.pt.

Pacheco Pereira